Sinpojufes não enviará representação para as manifestações em Brasília

No dia 19 de julho o Sinpojufes realizou, em ambiente virtual, Assembleia Geral Extraordinária para deliberação sobre adesão ou não à paralisação, convocada pela Fenajufe – Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União, nos dias 02 e 03 de agosto de 2022, para garantir que o PJU envie a previsão da recomposição salarial dos servidores para Ministério da Economia e envio de caravanas para Brasília nesta mesma data.

 

Segundo o diretor e presidente eleito do Sinpojufes, Denismar Marques, durante o evento, a categoria deliberou por não aderir ao movimento de paralisação. Quanto ao envio de “caravana” a Brasília (nestas referidas datas), ficou decidido que os possíveis interessados se manifestassem até a sexta-feira, 22/07. Como não houve interesse dos filiados, o Sinpojufes não enviará nenhum servidor para as manifestações.

“Em assembleia a categoria deliberou por não aderir a essa paralização “apagão”, por entender que esse momento não é oportuno para esse tipo de manifestação, uma vez nesse ano não existe mais possibilidade de se fazer mais um reajuste, por parte do governo federal, devido ao período eleitoral. O que está previsto, e possível de se fazer, é pressionar os deputados federais e senadores e o próprio Supremo Tribunal Federal, que encaminhem a proposta orçamentária de 2023, para prever esse reajuste’’, disse.

No dia 19 de julho o Sinpojufes realizou, em ambiente virtual, Assembleia Geral Extraordinária para deliberação sobre adesão ou não à paralisação, convocada pela Fenajufe - Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União, nos dias 02 e 03 de agosto de 2022, para garantir que o PJU envie a previsão da recomposição salarial dos servidores para Ministério da Economia e envio de caravanas para Brasília nesta mesma data.

 

Segundo o diretor e presidente eleito do Sinpojufes, Denismar Marques, durante o evento, a categoria deliberou por não aderir ao movimento de paralisação. Quanto ao envio de “caravana” a Brasília (nestas referidas datas), ficou decidido que os possíveis interessados se manifestassem até a sexta-feira, 22/07. Como não houve interesse dos filiados, o Sinpojufes não enviará nenhum servidor para as manifestações.

“Em assembleia a categoria deliberou por não aderir a essa paralização “apagão”, por entender que esse momento não é oportuno para esse tipo de manifestação, uma vez nesse ano não existe mais possibilidade de se fazer mais um reajuste, por parte do governo federal, devido ao período eleitoral. O que está previsto, e possível de se fazer, é pressionar os deputados federais e senadores e o próprio Supremo Tribunal Federal, que encaminhem a proposta orçamentária de 2023, para prever esse reajuste’’, disse.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

E fique por dentro das novidades do Sinpojufes.

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Ouvidoria

Fale Conosco

Área Restrita