Exposição na Justiça Federal valoriza arte indígena

O Espaço Cultural da Justiça Federal do Espírito Santo está promovendo uma exposição de artistas da aldeia Boa Esperança, localizada no município de Aracruz, no norte do Estado, valorizando a arte indígena.

Apoiada pelo Sinpojufes, a exposição Rembyapô, palavra guarani que significa trabalho, exibe peças feitas por Ará Martins, Sônia Guarani e Cláudiomiro Guarani.

Há leques, cestarias, biojoias, arco e flecha e instrumentos musicais, entre outros itens que simbolizam a resistência do povo originário e proporcionam aos indígenas uma fonte de renda. A exposição vai até esta quarta-feira (05 de junho), na sede da Justiça Federal, localizada na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1877, e é aberta ao público.

A vice-diretora de Comunicação do Sinpojufes, Gina Valéria, responsável pelo Espaço Cultural da JFES, destacou a satisfação de realizar o evento.

“É gratificante promover a cultura e contribuir para a preservação da tradição indígena. Valorizar essa riqueza que temos no Espírito Santo é ainda mais especial”, comentou.

 

Exposição da arte indígena na JFES vai até esta quarta-feira (04)

O diretor-presidente do Sinpojufes, Denismar Marques, ressaltou o apoio do sindicato à exposição.

“Temos orgulho de ajudar a proporcionar esse tipo de experiência aos servidores e à comunidade em geral. Ao fortalecermos a nossa cultura, fortalecemos nossa sociedade”, disse.

O Espaço Cultural da Justiça Federal do Espírito Santo está promovendo uma exposição de artistas da aldeia Boa Esperança, localizada no município de Aracruz, no norte do Estado, valorizando a arte indígena.

Apoiada pelo Sinpojufes, a exposição Rembyapô, palavra guarani que significa trabalho, exibe peças feitas por Ará Martins, Sônia Guarani e Cláudiomiro Guarani.

Há leques, cestarias, biojoias, arco e flecha e instrumentos musicais, entre outros itens que simbolizam a resistência do povo originário e proporcionam aos indígenas uma fonte de renda. A exposição vai até esta quarta-feira (05 de junho), na sede da Justiça Federal, localizada na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1877, e é aberta ao público.

A vice-diretora de Comunicação do Sinpojufes, Gina Valéria, responsável pelo Espaço Cultural da JFES, destacou a satisfação de realizar o evento.

“É gratificante promover a cultura e contribuir para a preservação da tradição indígena. Valorizar essa riqueza que temos no Espírito Santo é ainda mais especial”, comentou.

 

Exposição da arte indígena na JFES vai até esta quarta-feira (04)

O diretor-presidente do Sinpojufes, Denismar Marques, ressaltou o apoio do sindicato à exposição.

“Temos orgulho de ajudar a proporcionar esse tipo de experiência aos servidores e à comunidade em geral. Ao fortalecermos a nossa cultura, fortalecemos nossa sociedade”, disse.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

E fique por dentro das novidades do Sinpojufes.

© Copyright Sinpojufes. Feito com por
© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Ouvidoria

Fale Conosco

Área Restrita