Sinpojufes elege nova diretoria

Na quarta-feira, 1º de junho de 2022, os filiados do Sinpojufes elegeram a nova diretoria. Com 62 votos, a chapa única foi eleita para o triênio 2022-2025. Confira a ATA DE APURAÇÃO DOS VOTOS.

ATA DE APURAÇÃO DOS VOTOS_01_06_22

Estiveram presentes 78 filiados que votaram nos Fóruns das Justiças Eleitoral, do Trabalho e Federal (Seção Judiciária) do Espírito Santo. O processo aconteceu de forma tranquila e conforme programado pela Comissão.
Os filiados que estiveram presentes nas sessões eleitorais reafirmaram a importância de um sindicato forte e unido para garantir os direitos dos servidores. É o que pontua, por exemplo, Alexandre Pedra. “O sindicato nos ajuda na organização e a nos movimentarmos nas nossas demandas. Sem ele, nós ficaríamos dispersos. E juntos podemos começar a nova gestão com o pé direito e fazendo com que os colegas venham a fazer parte do sindicato e participem das suas ações”.

A mesma avaliação tem o servidor da 9ª Vara, Paulo César de Oliveira Monjardim. “O servidor precisa ter um instrumento para te proteger, especialmente, quando vemos os sindicatos serem massacrados e poucos estão dispostos a estar a frente”.

Outro exemplo da força do sindicato foi enfatizado pela servidora da 1ª. Vara, Maria Tereza Campos Pereira, que destacou como é importante o coletivo. “A primeira coisa é isso. Essa força representada por uma entidade diante das lutas como qualidade de trabalho e busca de melhorias financeiras, sozinhos não conseguimos. O sindicato vem para ter essa força”, conclui.

E para Flávia Cossatti Brandão, servidora do TRE, é preciso o amparo e união do Sindicato. “Nós precisamos que seja uma categoria unida e corra atrás dos direitos e a valorização do servidor público”.

Função e ações

Após ter confirmada a eleição da chapa, o novo presidente Denismar Marques destacou três pontos que considera fundamental serem trabalhados a partir de agora.

“Nós vamos focar na questão do assédio moral nos tribunais. Essa é uma situação recorrente vivida pelo servidor público. Infelizmente, vemos que alguns administradores se utilizam do argumento de que o servidor pode perder a função comissionada e, por isso, atacam o lado financeiro. E quando não tem função comissionada, a ameaça velada é a de colocar à disposição para outro setor. Outro ponto que vamos discutir com a nova diretoria é a construção da sede no terreno que nós já possuímos e a colaboração dos servidores aposentados para dar suporte nas ações sindicais”, afirmou.

Para que as ações do Sinpojufes transcorram de forma ordenada, a diretoria deve seguir a ata que nos representa e está disponível para todos em nosso site.

E conforme consta nossos artigos, cada diretor/a, membro do Conselho Fiscal e Delegados regionais tem uma função para contribuir com o Sindicato. Confira, de forma resumida, algumas das competências.

Compete ao:
– Diretor-presidente: representar formalmente o Sindicato;
– Diretor financeiro: manter sob guarda os valores do Sindicato, os documentos e papéis relacionados a seu cargo;
– Diretor jurídico: ter sob o seu comando e responsabilidade todos os assuntos jurídicos do Sindicato e outros correlatos;
– Diretor administrativo: administrar o patrimônio e gerenciar os recursos humanos;
– Diretor de comunicação e eventos: zelar pela busca e divulgação de informações do Sindicato para a categoria por ele representada e a sociedade;
– Diretores representantes das Justiças do Trabalho, Federal e Eleitoral: representar o sindicato na sua base e propor e deliberar com a Diretoria Executiva as diretrizes políticas do Sindicato;
– Conselho Fiscal: fiscalizar a gestão financeira e patrimonial do Sindicato;
– Delegados: representar os funcionários de seu local de trabalho junto ao Conselho Executivo e junto a Diretoria de seu respectivo local de trabalho.

Na quarta-feira, 1º de junho de 2022, os filiados do Sinpojufes elegeram a nova diretoria. Com 62 votos, a chapa única foi eleita para o triênio 2022-2025. Confira a ATA DE APURAÇÃO DOS VOTOS.

ATA DE APURAÇÃO DOS VOTOS_01_06_22

Estiveram presentes 78 filiados que votaram nos Fóruns das Justiças Eleitoral, do Trabalho e Federal (Seção Judiciária) do Espírito Santo. O processo aconteceu de forma tranquila e conforme programado pela Comissão.
Os filiados que estiveram presentes nas sessões eleitorais reafirmaram a importância de um sindicato forte e unido para garantir os direitos dos servidores. É o que pontua, por exemplo, Alexandre Pedra. “O sindicato nos ajuda na organização e a nos movimentarmos nas nossas demandas. Sem ele, nós ficaríamos dispersos. E juntos podemos começar a nova gestão com o pé direito e fazendo com que os colegas venham a fazer parte do sindicato e participem das suas ações”.

A mesma avaliação tem o servidor da 9ª Vara, Paulo César de Oliveira Monjardim. “O servidor precisa ter um instrumento para te proteger, especialmente, quando vemos os sindicatos serem massacrados e poucos estão dispostos a estar a frente”.

Outro exemplo da força do sindicato foi enfatizado pela servidora da 1ª. Vara, Maria Tereza Campos Pereira, que destacou como é importante o coletivo. “A primeira coisa é isso. Essa força representada por uma entidade diante das lutas como qualidade de trabalho e busca de melhorias financeiras, sozinhos não conseguimos. O sindicato vem para ter essa força”, conclui.

E para Flávia Cossatti Brandão, servidora do TRE, é preciso o amparo e união do Sindicato. “Nós precisamos que seja uma categoria unida e corra atrás dos direitos e a valorização do servidor público”.

Função e ações

Após ter confirmada a eleição da chapa, o novo presidente Denismar Marques destacou três pontos que considera fundamental serem trabalhados a partir de agora.

“Nós vamos focar na questão do assédio moral nos tribunais. Essa é uma situação recorrente vivida pelo servidor público. Infelizmente, vemos que alguns administradores se utilizam do argumento de que o servidor pode perder a função comissionada e, por isso, atacam o lado financeiro. E quando não tem função comissionada, a ameaça velada é a de colocar à disposição para outro setor. Outro ponto que vamos discutir com a nova diretoria é a construção da sede no terreno que nós já possuímos e a colaboração dos servidores aposentados para dar suporte nas ações sindicais”, afirmou.

Para que as ações do Sinpojufes transcorram de forma ordenada, a diretoria deve seguir a ata que nos representa e está disponível para todos em nosso site.

E conforme consta nossos artigos, cada diretor/a, membro do Conselho Fiscal e Delegados regionais tem uma função para contribuir com o Sindicato. Confira, de forma resumida, algumas das competências.

Compete ao:
- Diretor-presidente: representar formalmente o Sindicato;
- Diretor financeiro: manter sob guarda os valores do Sindicato, os documentos e papéis relacionados a seu cargo;
- Diretor jurídico: ter sob o seu comando e responsabilidade todos os assuntos jurídicos do Sindicato e outros correlatos;
- Diretor administrativo: administrar o patrimônio e gerenciar os recursos humanos;
- Diretor de comunicação e eventos: zelar pela busca e divulgação de informações do Sindicato para a categoria por ele representada e a sociedade;
- Diretores representantes das Justiças do Trabalho, Federal e Eleitoral: representar o sindicato na sua base e propor e deliberar com a Diretoria Executiva as diretrizes políticas do Sindicato;
- Conselho Fiscal: fiscalizar a gestão financeira e patrimonial do Sindicato;
- Delegados: representar os funcionários de seu local de trabalho junto ao Conselho Executivo e junto a Diretoria de seu respectivo local de trabalho.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

E fique por dentro das novidades do Sinpojufes.

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Ouvidoria

Fale Conosco

Área Restrita