Sinpojufes participa de ato contra a Reforma da Previdência e pelas anulações da EC 95 e da Reforma Trabalhista

Representantes do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal no Estado do Espírito Santo (Sinpojufes) participaram do ato público “Ocupa Brasília”, que tomou a frente do Anexo II da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (28). A manifestação integra o calendário de lutas deliberado durante a XXI PLenária da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe) e teve por objetivo o protesto contra a Reforma da Previdência, pela anulação da EC 95, da Reforma Trabalhista e da MP 805, além da defesa do Poder Judiciário e contra o desmonte das Justiças Trabalhista e Eleitoral.

Segundo representantes do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) mais de 8 mil servidores participaram da mobilização. Às 9 horas, parte de uma via chegou a ser interditada, mas foi liberada por volta de 10h30.

O ato contou com a participação de trabalhadores de todo o país, movimentos sociais, organizações não-governamentais, coordenadores da Fenajufe, e dirigentes de diversos sindicatos filiados à Fenajufe. A base capixaba foi representada pelo Diretor Administrativo do Sinpojufes, Robson Luiz Nascimento Amaral (TRF), e pela servidora Gina Valéria Coelho (TRF), que se uniram à delegação do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU no DF (Sindjus-DF).

Já no final do dia, líderes sindicais foram recebidos pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os dirigentes fizeram fortes críticas a propaganda do governo, classificada de mentirosa, em que o governo afirma que os servidores públicos possuem “privilégios”. Ações judiciais serão impetradas no sentido de barrar a veiculação da propaganda. Outra medida será ainda a pressão sindical sobre os parlamentares nas bases pela recusa aos atuais textos das duas PECs.

Maia manifestou a pretensão de votar a MP 805. A data da votação deverá ser definida nesta quinta-feira (30). O deputado reconheceu que a MP, ao estabelecer alíquota de 14% para o desconto previdenciário, provoca redução salarial principal para servidores dos estados e municípios.

Greve geral
Ainda durante o ato em Brasília, foi realizada uma reunião pelos fóruns participantes, no Espaço do Servidor (bloco C da Esplanada), em que ficou devidido pela adesão à greve geral convocada pelas centrais sindicais para 5 de dezembro.

Diversos sindicatos filiados à Fenajufe convocaram reuniões locais para deliberação sobre o tema, sendo que cinco já optaram pela adesão ao movimento. No Espírito Santo, o assunto será decidido pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária, convocada pelo Sinpojufes para a próxima sexta-feira (1º/12).

 

Com informações da Fenajufe e do Correio Braziliense
Fotos: Sinpojufes e Fenajufe

Representantes do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal no Estado do Espírito Santo (Sinpojufes) participaram do ato público "Ocupa Brasília", que tomou a frente do Anexo II da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (28). A manifestação integra o calendário de lutas deliberado durante a XXI PLenária da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe) e teve por objetivo o protesto contra a Reforma da Previdência, pela anulação da EC 95, da Reforma Trabalhista e da MP 805, além da defesa do Poder Judiciário e contra o desmonte das Justiças Trabalhista e Eleitoral.

Segundo representantes do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) mais de 8 mil servidores participaram da mobilização. Às 9 horas, parte de uma via chegou a ser interditada, mas foi liberada por volta de 10h30.

O ato contou com a participação de trabalhadores de todo o país, movimentos sociais, organizações não-governamentais, coordenadores da Fenajufe, e dirigentes de diversos sindicatos filiados à Fenajufe. A base capixaba foi representada pelo Diretor Administrativo do Sinpojufes, Robson Luiz Nascimento Amaral (TRF), e pela servidora Gina Valéria Coelho (TRF), que se uniram à delegação do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU no DF (Sindjus-DF).

Já no final do dia, líderes sindicais foram recebidos pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os dirigentes fizeram fortes críticas a propaganda do governo, classificada de mentirosa, em que o governo afirma que os servidores públicos possuem “privilégios”. Ações judiciais serão impetradas no sentido de barrar a veiculação da propaganda. Outra medida será ainda a pressão sindical sobre os parlamentares nas bases pela recusa aos atuais textos das duas PECs.

Maia manifestou a pretensão de votar a MP 805. A data da votação deverá ser definida nesta quinta-feira (30). O deputado reconheceu que a MP, ao estabelecer alíquota de 14% para o desconto previdenciário, provoca redução salarial principal para servidores dos estados e municípios.

Greve geral
Ainda durante o ato em Brasília, foi realizada uma reunião pelos fóruns participantes, no Espaço do Servidor (bloco C da Esplanada), em que ficou devidido pela adesão à greve geral convocada pelas centrais sindicais para 5 de dezembro.

Diversos sindicatos filiados à Fenajufe convocaram reuniões locais para deliberação sobre o tema, sendo que cinco já optaram pela adesão ao movimento. No Espírito Santo, o assunto será decidido pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária, convocada pelo Sinpojufes para a próxima sexta-feira (1º/12).

 

Com informações da Fenajufe e do Correio Braziliense
Fotos: Sinpojufes e Fenajufe

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

E fique por dentro das novidades do Sinpojufes.

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Contato

(27) 3223.8273
(27) 3322.0443
(27) 3222.1603
(27) 98152-1993 – WhatsApp
E-mail: [email protected]

© Copyright Sinpojufes. Feito com por

Ouvidoria

Fale Conosco

Área Restrita